Orgulho de leões envenenados no parque nacional de Uganda

Três leoas e oito filhotes foram mortos no Parque Nacional Rainha Elizabeth após atacar o gado

leoa

Chris Jackson / Getty Images

Onze leões foram mortos na reserva de vida selvagem mais popular de Uganda, confirmaram as autoridades.

Três leoas e seus oito filhotes foram encontrados mortos na vila de Hamkungu, um enclave do Parque Nacional Rainha Elizabeth na quarta-feira.



Estima-se que haja menos de 100 leões no parque e apenas 400 em todo o país, o Uganda Monitor Diário relatórios.

É verdade que perdemos um orgulho, três mães e oito filhos pequenos, disse Bashir Hangi, da Autoridade de Vida Selvagem de Uganda.

Suspeitamos de envenenamento, acrescentou. A informação que temos é que eles atacaram a vaca de alguém, mas ainda não sabemos quem exatamente.

Os pastores costumam trazer seus animais para o parque, tanto para pastar quanto para beber água, principalmente na estação seca, de acordo com o Wildlife Conservation Society .

As autoridades iniciaram uma investigação sobre as mortes e prometeram punir os responsáveis.

A triste realidade é que as pessoas que vivem perto dos leões não podem se dar ao luxo de simplesmente evitá-los, escreveu Michael Schwartz para a National Geographic após visitar o parque no ano passado.

Então, eles naturalmente tomam as coisas com as próprias mãos, o que infelizmente muitas vezes acaba com não um, mas vários leões mortos, especialmente quando um veneno barato está envolvido, disse ele.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | carrosselmag.com