Revista Charlie Hebdo processada por quadrinhos sobre terremotos

Cidade italiana de Amatrice indignada com desenho animado retratando as vítimas do terremoto como massas

250816italyquake4-wd.jpg

Uma cidade italiana está entrando com uma ação judicial contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo, após a publicação de um cartoon retratando as vítimas do terremoto como macarrão.

Funcionários em Amatrice, que foi devastado por um terremoto no mês passado, que matou quase 300 pessoas, pediram a um promotor italiano para investigar a revista por 'difamação agravada'.

Uma das charges, intitulada 'Earthquake Italian Style', retrata um homem enfaixado e ensanguentado como 'penne em molho de tomate', uma mulher igualmente ferida como 'Penne au gratin' e um prédio desabado com sangue e pés saindo dele como ' Lasanha'.



Mario Cicchetti, representante legal de Amatrice, disse que, se o processo for bem-sucedido, a cidade 'buscará indenização civil', apesar das charges publicadas na França.

“É um insulto macabro, sem tato e inconcebível para as vítimas de uma catástrofe natural”, disse Cicchetti.

Em resposta ao clamor inicial sobre os desenhos animados, o Charlie Hebdo lançou um segundo desenho animado, com a legenda 'Italianos ... não foi o Charlie Hebdo que construiu suas casas, é a Máfia!', O BBC relatórios, em referência a alegações de que uma série de edifícios em Amatrice não foram construídos de acordo com os padrões corretos.

O escritório da revista era alvo de terroristas em janeiro de 2015, quando 11 pessoas foram mortas, o que levou milhões de pessoas ao redor do mundo a postar mensagens dizendo 'Je suis Charlie'.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | carrosselmag.com